Dark Light

Um VW JETTA equipado com Câmbio DSG DQ250 chega à oficina e o dono queixa de problemas no câmbio, quanto a troca de marcha (passadas e reduções) que não ocorriam no tempo certo e às vezes ou não ocorriam, em alguns casos ao desligar o veículo, ele não voltava.

Lembrando que o sistema DSG (Direct Shift Gearbox) é um sistema de troca diretas, portanto, diferente dos caixas automáticas convencionais. O sistema ainda dispõe das engrenagens, anéis sincronizadores e garfos, porém o acoplamento é feito por solenoides comandadas eletronicamente por uma central própria do câmbio.

Para iniciar o diagnóstico realizamos uma inspeção visual para checar a integridade mecânica da caixa de velocidades, pois tentar funcionar com alguma avaria estrutural oferece riscos de quebras e problemas mecânicos ainda maiores.

Com essa parte verificada, utilizamos o scanner e alguns códigos de falha relacionados a mecatrônica da caixa de marchas são mostrados, como sensores e atuadores solenoides.

Ao realizar a desmontagem do conector elétrico da mecatrônica para os testes, ele se encontra todo encharcado de óleo, que é um condutor de eletricidade, propiciando curtos e processo de oxidação no sistema de controle da transmissão.

Quando desmontamos a parte mecatrônica, a placa eletrônica estava embebida de óleo, mas sem danos severos ou oxidações,

Em casos menos graves como esse, uma simples limpeza com álcool isopropílico resolve o problema, mas em casos mais graves pode-se reparar o módulo ou até trocá-lo, ambos com alto custo de manutenção.

A simples falta da manutenção periódica nesse sistema como uma troca do fluido da transmissão, filtros e retentores, acarreta danos severos ao sistema podendo ocasionar até a troca completa do sistema de transmissão.

Acompanhe agora o procedimento de troca do fluido de transmissão segundo o indicado pela fabricante, seguindo os intervalos de troca de 60000 km ou 3 anos, também a quantidade e especificação correta do lubrificante que você encontra na OFICINA CONECTADA:

Drenagem

  • Ligue o equipamento de diagnóstico e verifique se a temperatura do óleo da caixa de câmbio está abaixo dos 45°C antes de começar o trabalho;
  • Certifique-se de que a ignição está desligada;
  • Pressione o freio de estacionamento;
  • Certifique-se de que a alavanca seletora está na posição “P”;
  • Desmonte o bujão de verificação do nível e o tubo do nível;
  • Drene o fluido da caixa de câmbio;
  • Substitua o filtro;
  • Monte o tubo do nível;

ATENÇÃO: Não ligue o motor com pouco ou nenhum óleo.

Enchimento

  • Encha a caixa de câmbio com a quantidade especificada utilizando a VAS 6262 / A / 6
  • Certifique-se de que a alavanca seletora está na posição “P”;
  • Deixe o motor funcionando;
  • Com o pedal do freio pressionado, selecione cada uma das marchas durante um mínimo de 3 segundos e depois volte a alavanca seletora para “P”;
  • Coloque o bujão de verificação do nível com a junta nova;
  • Verifique o nível do óleo, e se necessário, ateste.

Verificação do Nível

ATENÇÃO: Certifique-se de que a caixa de câmbio não está em modo de funcionamento de Emergência. Não ligue o motor com pouco ou nenhum óleo.

  • Certifique-se de que a alavanca seletora está na posição “P”;
  • Ligue o motor;
  • Ligue o equipamento de diagnóstico para verificar a temperatura do óleo;
  • Certifique-se de que o óleo está a uma temperatura máxima de 45°C. Se a temperatura for mais elevada, espere que a caixa de câmbio a arrefeça;
  • Pressione o pedal do freio. Selecione cada uma das marchas durante pelo menos 3 segundos e em seguida volte a colocar a alavanca seletora em “P”;
  • Certifique-se de que o óleo está a uma temperatura de 35°C;
  • Desmonte o bujão de verificação do nível e verifique o nível;
  • Se o óleo escorrer lentamente pelo orifício do nível antes de a sua temperatura ter atingido 40°C, o nível está correto;
  • Ao verificar o nível do óleo, ignore as subidas de nível do óleo que ocorrem de 30 em 30 segundos devido ao arrefecimento da embreagem;
  • Se não houver perda de fluido visível, coloque o bujão de verificação do nível com a junta nova;

O bujão de verificação do nível tem de ser recolocado antes de a temperatura atingir os 45ºC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Ganha mais qualidade, tempo e dinheiro com a Oficina Conectada. 
Encontre diagramas elétricos, sincronismo, torques de aperto e oscilogramas do motor, caixas de fusíveis e muito mais. Mais de 3.000 oficinas já são parceiras e ganham destaque no mercado. Seja o próximo!

Total
0
Share