Dark Light

Veículos:

  • Marca: Renault;
  • Modelo: Clio 1.0 D4D
  • Sistema: Injeção Eletrônica;
  • Fabricante: Siemens;
  • Versão: SIM 32 e 34;

Detalhes iniciais:

  • O veículo chegou com sintomas de falha na partida quando motor estava completamente frio, geralmente os sintomas se apresentava no início da manhã.
  • A falha era intermitente, o motor não pegava e também não registrava código de falha

Diagnóstico:

Notamos que a eletrobomba da partida a frio era acionada, mas o injetor de combustível da partida a frio aciona-se por curtíssimo intervalo de tempo, insuficiente para injetar a quantidade de gasolina necessária para favorecer o funcionamento do motor.

Nos modelos, Clio 1.0 D4D 2006, a partida frio é ativada com temperaturas inferiores a 24ºC.

Analises:

  1. O tempo de abertura do injetor da partida a frio é comandado em Duty Cycle e varia em função do percentual de álcool que existe no combustível, ou seja, o tempo de abertura do injetor da partida a frio aumenta a medida que o percentual de álcool aumenta.
  2. Notamos que os paramentos para o funcionamento utilizados pela central de injeção estavam incoerentes com o combustível que estava sendo utilizado.

Solução encontrada:

  • Foi feito um reset dos parâmetros autoadaptativos da central de injeção via scanner, em seguida deixamos o motor em marcha-lenta por 15 minutos, após isso, percorremos uma distância de 15 km com o veículo para que a central de injeção fizesse o “reaprendizado” e adotasse os parâmetros corretos de funcionamento.
  • No dia seguinte, o tempo de acionamento do injetor da partida a frio aumentou.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Ganha mais qualidade, tempo e dinheiro com a Oficina Conectada. 
Encontre diagramas elétricos, sincronismo, torques de aperto e oscilogramas do motor, caixas de fusíveis e muito mais. Mais de 3.000 oficinas já são parceiras e ganham destaque no mercado. Seja o próximo!

Total
1
Share